!-- JavaScript Resumo do Post -->

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Dando sinal de vida...

Oie!
É, eu sei que tem tempo desde o último post meu que não sejam os programados informando da atualização de Vegas. O que aconteceu?

Como eu tinha dito neste post, ia ter uma mudança de casa e de Julho, que foi quando a gente (Minha mãe e eu) assinou o contrato de venda do outro apartamento até dia 31/10, o que mais aconteceu foram coisas desanimadoras. Para começo de conversa, o apartamento que, na época do post, a gente achou que ia comprar... A filha da dona que mora no Canadá fez a mãe, que já tinha aceitado a oferta de compra, tirar o apartamento de venda. OK. Ficamos chateadas porque tínhamos realmente gostado de lá e acho que o golpe mais duro foi realmente a mulher ter aceitado a oferta e, quando a gente já estava começando a fazer planos, veio um balde d'água gelada. A gente estava indo ver apartamento todo santo dia, com três corretores diferente e o pior foi que todo santo apartamento que a gente entrava, a gente não sentia um estalo. O que eu achei engraçado foi que os corretores cismaram de mostrar apartamento praticamente  no Sion (Bairro nobre daqui de BH). Aí, a gente achou e gostou (Até certo ponto - Já que o tempo para desocupar o que vendemos e achar um novo estava acabando) até perto do, agora, antigo. E aconteceu quase a mesma coisa. Fizemos a proposta, o proprietário aceitou e, por que ainda (É. Até hoje!) não conseguimos vender o apartamento da minha avó, minha mãe teve de pegar financiamento. Porque era preciso um tempo para receber a aprovação do banco, o miserável do dono desse segundo apartamento pegou, vendeu para outra pessoa e não falou nada. Imagina nossa raiva nessas alturas, né? (Pior que o apartamento tinha uma área externa com piscina! Quem mora aqui em BH sabe do inferno que é aqui no verão. Quase que nem no RJ!). Nesse meio tempo, a coisa que a gente mais ouvia era: "Ah, por que então vocês não moram na casa da sua avó e deixam suas coisas no guarda-móveis?". Então... Minha avó mora em um apartamento de dois quartos. Seriam ela, minha mãe, eu e Vivi sob o mesmo teto. Detalhe que, minha avó é distraída. E se ela deixasse uma porta ou janela aberta? Vivi, gata safa do jeito que é, não ia perder a oportunidade. Quanto à história do guarda-móveis, não tinha como. O dinheiro da venda do apartamento ia todo para o aluguel do box. Sem falar que uma das minhas tias-avós pôs as coisas dela em um e estragou uns móveis, parece que roubaram também... Daí, quando minha mãe já estava realmente considerando essa hipótese de três pessoas e uma gata sob um teto de dois quartos, além de faltar uma semana para esvaziar o outro apartamento, eis que ela achou um na mesma rua da loja dela e na da minha avó, só que mais para cima. Oferta feita (E até menos do que o dono pediu originalmente), fizemos a mudança. E apesar de a solução ter aparecido... Os problemas continuaram. Tinha começado a faculdade, mas decidi não continuar por alguns motivos, um deles sendo, inclusive, esse detalhe do financiamento. E o dinheiro da mensalidade ia fazer falta, por mais que minha mãe dissesse que não.

Por muita sorte, eu programei os posts de Vegas antes da mudança. Acontece que a mudança estava marcada para o dia das bruxas. Dia 26, minha mãe ligou para a Oi, pedindo para ligarem telefone e internet. Falaram que era para ela ligar de novo no dia 28 e ela assim o fez. Marcou a visita do técnico para o dia 31 e me apareceu só o de telefone. Então, a primeira semana de Novembro foi literalmente dedicada à ligar todo santo dia para a Oi, sempre ouvindo que o técnico viria, nós duas com uma cara de tacho maior que a outra e, no final, descobrimos que marcaram a visita do técnico para o dia 11/11. Minha mãe vende as louças pela internet e poderia muito bem ter perdido venda e nem ia saber, não é? No final das contas, ligamos o f*da-se, minha mãe migrou para a NET e a Claro e agora, além de termos mais velocidade de internet (A Oi, pasmem, ia reduzir a velocidade, mesmo que seja no mesmo bairro; De 10 MB, ia passar para 5MB. E, como a NET tá anunciando uma promoção com a internet com 30MB...). E não, não estou recebendo nada pelos merchandisings, só para constar. Ah, e de quebra, temos TV a cabo agora.

E se você, leitor ou leitora fofoso ou fofosa do meu coração, acha que nossa maré de falta de sorte acabou por aí... Pode se preparar que não acabou.

Justo quando eu estava sem internet, o meu HD com TUDO (Tudo mesmo: Fotos inclusive da Vivi quando era pequenininha, vídeos, filmes, séries, as imagens e o pior: As fics que eu tinha começado a escrever e que tinham grandes chances de serem publicadas) foi para as cucuias, como diz minha mãe. Faleceu. O técnico até tentou recuperar as coisas, mas as fics e boa parte das imagens já era. Porém... Eu não vou deixar vocês, que estão acompanhando Vegas (Especificamente, devo dizer) na mão. Não digo nada para não estragar a surpresa ;) Só que fiquem de olho porque em Janeiro...

Então, esse quase testamento em forma de post é por isso: Para dizer que eu estou bem, de casa nova, #chatiada (Ainda usa isso?) porque não rola mais de ir andando a pé até lugares como Savassi (E ainda mais que o p*to do deputano, como diria meu avô, fez o favor de aumentar a passagem de ônibus daqui e tá custando R$ 3,40 de novo), dividida entre três projetos que eu espero que apareçam aqui futuramente (Quem sabe, até o final do primeiro semestre dê?) e para dar sinal de vida. Ah! Preparem o estômago porque o próximo post é falar da minha nova quase (E bizarra!) obsessão televisiva.

Beijinhos e até a próxima! :D